Cara Sra. Raríssimas, não me esqueci de si!

Cara Sra. Raríssimas Como é raro encontrar quem apregoa carregar uma bolsa de valores e, na realidade, abraça a dualidade com que a lingua madre abençoa a palavra e no lodo da desgraça alheia ergue uma mina de ouro. A ambição foi tolhendo multidões ao longo da história, mas muitos houve que não se vergaram … [Read more…]

‘nverno

  Quando me perguntam por que gosto do Inverno respondo sempre qualquer coisa melodramática, mostrando ser muito melancólico e sensível. Algo como: Acho fascinante a decomposição, faz me perceber que devemos aceitar a realidade da finitude humana como um processo natural, marcado por diferentes fases, cujo fim é de facto a decomposição, a morte e, … [Read more…]

Notas Soltas 2

  Naquele dia lembro-me de gritar: “Odeio-o! E a partir de hoje odeio café!” Não se ouviu mais nada… Hoje quero um café comprido, sem açúcar, por favor.   Laura P.

À descoberta do maravilhoso Mundo da Genética: uma viagem ao desconhecido

Quando se fala em Genética, muitas vezes associamos este conceito às doenças genéticas, aos fatores de risco que fazem com que muitos indivíduos sejam mais suscetíveis a determinadas doenças ou à hereditariedade de características menos favorecidas. O mesmo se passa quando se fala sobre as alterações nucleotídicas no genoma, como se fossem a marca fatal … [Read more…]

Notas soltas 1

Não devias ter beijado, não devias ter sentado, não devias ter deixado, não devias ter esquecido. Esqueci-me que havia poesia. Disseram-me que não devia escrever poesia. Foi o que disseram. Foi o que ouvi. Ainda assim, escrevi. Ah e li! Laura P.

Invicta

Invicta, Que estás sempre à sombra. É difícil ao sol olhar para ti, talvez porque sofra a cada entardecer, ao despedir-se da beleza do Douro que te percorre, dos Clérigos que te simbolizam, da gente resiliente, afável e corajosa que por ti deambula. Essa gente que é gente com cara de gente, alma lusitana camoniana. … [Read more…]

A sebenta do fracasso

Holofote partiu Deixou sua marca Corrimão surgiu Do auto da barca -Doutor, que devo fazer? Se o que faço é o que não devia ter feito e o que não devia ter feito é só o que sei fazer. Estás num inferno E o clima é ameno Selvagem inverno És de lírio veneno -Servente, onde … [Read more…]

CAVE 45 E UMA HISTÓRIA DE AMOR

Água solta É palavra infinita Surdo corre Na surdez ilícita Câmara cai O filme imperfeito Rosto sumiu Deu aperto no peito Viva la revolucion! _ Venho contar uma história, que após o início fugaz e atencioso da raiz do amor, este foi consumido pelo conformismo e conforto, voltando-se então, o artista x para as aventuras … [Read more…]

Horóscopo da Dra. Papikra #1

  Vista como uma das maiores xamãs do séc. XV, Dra. Papikra prepara-se agora para dar início a um novo desafio na sua já longa carreira astrológica. Sem medos e sem papas na língua, sem rubor ou pudor, Dra Papikra promete dar os seus mais sábios conselhos, guiando-se apenas pelas estrelas e luas. Aquário (21/01-19/02) … [Read more…]

+BIO #12: From Gigafactory to Gigasustainability

17974405_1268121849975320_1840621304_n

Nos últimos anos a popularidade dos carros elétricos tem vindo a aumentar. Entre as marcas que se salientam no fabrico destes carros, encontra-se a Tesla Motors que no fim do ano 2016 contou mais de 186 mil carros elétricos vendidos globalmente. Em 2008 a Tesla lançou o Roadster, o primeiro veículo a deslocar-se com base … [Read more…]