GDICBAS

  O GDICBAS, ou Grupo de Dança do ICBAS, é o mais recente grupo académico desta enorme casa que é o ICBAS. É um grupo composto quer por rapazes quer por raparigas que, com o gosto pela dança em comum, se encontra uma vez por semana ao final da tarde para passar um bom bocado, … [Read more…]

Notas Soltas 3 – por Laura P.

  Descanso, tranquilidade, tristeza talvez, mas tranquilidade. “-São lágrimas?” Sim, mas estou sentada. “- É porque é triste?” É, mas é bonito. “Não percebo nada.” Eu percebo demasiado. “- Intervalo, limpa as lágrimas.” Estás ridícula. Limpo as lágrimas. “- As férias foram boas?” Tenho de deixar de ir a Gaia. Foram boas. Amanhã a aula … [Read more…]

PESSOAS COM HISTÓRIA 2 – por ANA MIGUEL

  Hoje tive a honra de conhecer o João. Não digo Senhor João, pois ele reclama logo e diz que não é senhor, que o Senhor está no Céu. Estava a dar migalhas a pombos quando o abordei. Tem 61 anos e é de Alcobaça. É um nómada. Viveu em vários países como Holanda e … [Read more…]

PESSOAS COM HISTÓRIA 1 – por ANA MIGUEL

(Fotografia por: Ana Miguel – “Nanye”) Hoje tive a primeira sessão do curso de fotografia de rua do IPF. Depois de uma manhã de teoria, fomos à tarde para S. Bento por em prática o que aprendemos. Andei a rondar as pessoas pela estação, até que um senhor me prendeu o olhar. Estava sentado num … [Read more…]

DIA MUNDIAL DAS DOENÇAS RARAS

(comemoração do dia mundial das doenças raras: 28 de fevereiro) No meio da multidão infinita, descobri que sou uma filha Rara do acaso Uma concha única no meio de uma praia de pedrinhas moldadas pelo Universo Só eu posso habitar, nessa concha, que tem os meus contornos e a minha matriz física Dizem que sou … [Read more…]

Home

HOME Túnel em Goriza, Itália “Ahh home. Let me go home Home is wherever I’m with you” Home, Edward Sharpe And The Magnetic Zeros Há alguns dias, enquanto esperava melancolicamente que o avião levantasse voo, após ter estado a visitar a minha irmã, de quem vivo diariamente afastado por cerca de dois mil quilómetros, ela … [Read more…]

Cara Sra. Raríssimas, não me esqueci de si!

Cara Sra. Raríssimas Como é raro encontrar quem apregoa carregar uma bolsa de valores e, na realidade, abraça a dualidade com que a lingua madre abençoa a palavra e no lodo da desgraça alheia ergue uma mina de ouro. A ambição foi tolhendo multidões ao longo da história, mas muitos houve que não se vergaram … [Read more…]

Inverno

  Quando me perguntam por que gosto do Inverno respondo sempre qualquer coisa melodramática, mostrando ser muito melancólico e sensível. Algo como: Acho fascinante a decomposição, faz me perceber que devemos aceitar a realidade da finitude humana como um processo natural, marcado por diferentes fases, cujo fim é de facto a decomposição, a morte e, … [Read more…]

Notas Soltas 2

  Naquele dia lembro-me de gritar: “Odeio-o! E a partir de hoje odeio café!” Não se ouviu mais nada… Hoje quero um café comprido, sem açúcar, por favor.   Laura P.

À descoberta do maravilhoso Mundo da Genética: uma viagem ao desconhecido

Quando se fala em Genética, muitas vezes associamos este conceito às doenças genéticas, aos fatores de risco que fazem com que muitos indivíduos sejam mais suscetíveis a determinadas doenças ou à hereditariedade de características menos favorecidas. O mesmo se passa quando se fala sobre as alterações nucleotídicas no genoma, como se fossem a marca fatal … [Read more…]