Perto do ICBAS – 5 sítios onde comer veggie

A alimentação vegetariana, para muitos uma ideologia, para alguns uma opção “trendy” e para outros um mundo totalmente desconhecido, está cada vez mais bem representada na nossa maravilhosa cidade, o Porto. O “Perto do Icbas” foi investigar por ti algumas das opções que podes encontrar… Quer sejas um amante assumido ou um leigo no assunto, convidamos-te a experimentar alguns sítios vegetarianos, ou com opção vegetariana, que escolhemos para ti. Quem sabe, talvez fiques rendido aos prazeres de uma alimentação cruelty-free.


Pandora Pátio Café 

14976253_1200960906652101_1934641773_o
Morada: Rua Miguel Bombarda 463, Porto

Distância: 4 minutos a pé do ICBAS Novo; 8 minutos do ICBAS Antigo

Horário: Ter-Sex 12-20h / jantares de grupo por marcação

Preços: Menu diário (Sopa, Pão, Prato e Tisana): 5,50€ // Jantares de grupo: 10€/pessoa (bebidas à parte)

Facebook: https://www.facebook.com/pandorapatiocafe/

Provavelmente já passaste milhentas vezes pelo Pandora. Fica mesmo ao lado da famosa Rota do Chá e encontrá-lo exige um olho atento e um pé interessado. Para poderes saborear os deliciosos pratos pandorianos, tens de entrar e atravessar a galeria de arte (que vale a pena visitar por si só!) e seguir até ao pátio das traseiras. (Até há relativamente pouco tempo, encontrarias naquele lugar uma loja de produtos de cânhamo).
O Pandora existe há 3 anos e faz parte de uma Associação Cultural e Artística chamada OpenBox, cuja missão é pensar fora da caixa, desenvolvendo actividades que abrangem a pintura, a fotografia, o design, o teatro, o vídeo, a música e a escrita criativa, entre outras. Assim, podes aliar à tua experiência gastronómica workshops, concertos, documentários e festas interessantes. Deixamos já aqui a sugestão para visitares e, se te sentires inspirado, te tornares associado! Podes ainda reservar o tão agradável espaço da Pandora para jantares privados (mínimo de 10 pessoas), com direito a escolheres a música e o prato.
A comida é muito saborosa, desde folhados, a estufados, a chillis sempre bem temperados e deliciosos. Nenhuma receita é seguida pelo que em cada dia os pratos podem sair diferentes de acordo com os produtos do dia e a inspiração do cozinheiro. Caso o prato do dia não seja vegan existe, sempre uma opção disponível. Só falta mesmo experimentares!

 

Hand’ Go

14939516_1201036433311215_5088347112125740456_o

Morada: Rua da Assunção, 9, Porto

Distância: 16 minutos a pé do ICBAS Novo; 5 minutos do ICBAS antigo

Horário: Seg-Qui 10h-19h; Sex-Sab 10h-24h

Preços: fatia de pizza – 2,5€

Facebook: https://www.facebook.com/Hand-Go-346811645505446/

Descendo a escondida, contudo acolhedora, rua atrás dos Clérigos, encontramos uma pequena placa que anuncia a chegada ao Hand’ Go. É um espaço que, apesar de pequeno, é muito convidativo.
Segundo a Laura, uma das proprietárias, a ideia sempre foi ter um take-away que permitisse aos clientes desfrutar da refeição mesmo que estivessem com pressa. Mais ainda, a sua localização permite que se vá desfrutar desta para o Jardim das Oliveiras (em cima do Passeio dos Clérigos).
A especialidade é pizza, com várias opções vegetarianas e com a opção de pedir queijo vegan. O queijo usado é de origem galega, escolhido por amor pessoal da Laura, que é, também ela, vegan. Além das pizzas, é possível encontrar crepes e panquecas, igualmente com opção vegan. Os funcionários são muito amáveis e recebem-nos com um sorriso, criando um ambiente familiar e confortável. A par desta, a exclusividade e sabor único da pizza impõem que se volte a este espaço repetidamente, por isso não te esqueças deste nome, da próxima vez que fores apanhar o comboio depois (ou não) de uma frequência!

 

Oriente no Porto
14990980_1201042933310565_1552593309624595573_o

Morada: Rua de Sao Miguel, 19, Porto

Distância: 16 minutos a pé do ICBAS Novo; 9 minutos do ICBAS antigo

Horário: Seg- Sáb 12h30-15h, Sex e Sáb 20h-22h30

Preços: Almoços – 6€; Jantar – aprox. 10€ (variável)

Facebook: https://www.facebook.com/OrienteNoPorto/

O Oriente no Porto é um sítio sui generis onde podes degustar comida vegetariana aqui no Porto.
A simpática proprietária, inspirada pelo movimento Hare Krishna e com vivências acumuladas no mesmo, abriu este espaço em 1997 (a Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna  é uma associação religiosa, filosófica e cultural derivada do Hinduísmo vaishnava e, se te interessas pelo tema, convido-te a pesquisar mais sobre este movimento na internet). Mas que nenhuma crença pessoal te impeça de desfrutares da deliciosa comida que aqui se serve pois, devido ao sucesso desde a sua abertura, o espaço está, há muitos anos, aberto como restaurante ao público para almoços durante a semana, com tudo incluído, desde sopa, comida, sobremesa e bebida, sempre com opção vegan disponível. À sexta e sábado o sítio abre para servir as maravilhosas francesinhas vegetarianas (ainda que haja sempre outra opção).
A comida, baseada nos conhecimentos da medicina tradicional indiana, comparada com a comida vegetariana “ocidental” é preparada com diferentes especiarias que lhe dá um toque especial  e cria um resultado muito equilibrado e saboroso. O Oriente no Porto consiste num acolhedor espaço interior e um agradável logradouro para os dias mais solarengos. Poderás ainda encontrar uma lojinha no piso superior com produtos vegan, biológicos e demais. Recomendo vivamente, é uma experiência única.

 

Lupin

15008007_1201028566645335_902519500_o

Morada: Rua Arquitecto Marques da Silva, 74, Porto

Distância: 13 minutos a pé do ICBAS Novo; 21 minutos do ICBAS antigo

Horário: Sáb-dom 13h-15h30; Quar-Dom 19h30-23h

Preços: Menú de almoço- 7,5€, Jantar – 10€ aprox

Facebook: https://www.facebook.com/LupinRestauranteVegetariano/

Como falar do Lupin sem referir à partida os melhores pastéis de nata vegan que alguma vez existiram?
O Lupin surgiu de uma ideia nascida em Londres pelo Chef Jerónimo Pinto de Abreu e pela Andreia Santos, que nos recebeu num sábado movimentado. A ideia era, ao voltar ao Porto, concretizar o sonho de abrir um espaço que aliasse a cozinha de topo recorrendo a produtos vegetarianos e veganos, tendo a componente biológica e sazonal um forte impacto na ementa, que, aliás, varia sazonalmente. Entre a ementa presentemente podemos referir o folhado mediterrânico e a famosa francesinha vegetariana.
Este é talvez o sítio que mais te recomendamos caso pretendas proporcionar aos teus pais, assumidamente omnívoros, uma nova experiência pelo vegetarianismo ou, quem sabe, para um pressuposto jantar romântico. O Lupin insere-se numa vizinhança agradavelmente sossegada ainda que muito central, e o espaço é luminoso e convidativo.
E não te esqueças claro, do pastel de nata com o café!

 

Black Mamba

15016231_1201036349977890_7278286713007670558_o

Morada: Rua Mártires da Liberdade, 130, Porto

Distância: 18 minutos a pé do ICBAS Novo; 10 minutos do ICBAS antigo

Horário: Ter-Q

ui 12h-22h; Sex 12h-24h; Sab 13h-24 h

Preços: Hambúrguer – 4€; Hambúrguer+Batatas – 6€

Facebook: https://www.facebook.com/blackmambapt/?fref=ts

A rua é pedonal: entre lojas de fotografia analógica e uma loja de tatuagens, encontra-se um espaço discreto, que embora incluído nesta lista, não se considera um restaurante. Em palavras escritas na parede “Black Mamba is not a restaurant, it’s a unique space specialized in 100% vegan fast-food and analog music formats, such as vinyl, cassettes, along side publications and merchandising”.
Aqui combina-se o amor pela música Punk, Rock e Metal com estilo de vida vegan. O veganismo aqui surge mesmo através da música: nestes subgéneros de música há frequentemente referências à Animal Liberation associada à Human Liberation. Assim, todo o ambiente é desenhado à volta deste estilo e a música que passa é toda em vinil.
No referente à comida, servem 6 hambúrgueres diferentes, todos feitos com ingredientes frescos, de preferência biológicos, conferindo-lhes  um sabor incrível e distinto. Além destes, servem entradas (rissóis de bechamel e chamuças) repletas de sabor  e sobremesas variáveis consoante o dia.
E assim se combinam duas das melhores coisas desta vida, música e comida, do que estás à espera para ires experimentar?

Gostaste das nossas sugestões e até já queres novas ideias de sítios vegetarianos? Então fica atento que daqui a uns meses trazemos-te mais!


Texto por: Alexandra Guedes, Eduardo Gomes, Inês Pacheco