Perto do ICBAS – 4 sítios para sair à noite

Não há melhor cidade para sair à noite que a nossa tão querida e boémia Invicta. Para beber um copo, todos pensamos no nosso Piolho, 77, Adega Leonor… Baratos e “eficazes”! Mas talvez poucos conheçamos aqueles cafés mesmo giros que, ao entrar, nos fazem perguntar “Como é que nunca tinha vindo aqui?!”. Sítios que nos presenteiam com ambientes acolhedores e encantadores, ementas apelativas e deliciosas, decorações originais que contam histórias e atividades que nos obrigam a voltar e a fazer destes sítios segundas (ou terceiras) casas.

 Casa de Ló

Morada: Travessa de Cedofeita, 20-A. Porto (13 minutos a pé do ICBAS Novo; 6 minutos do ICBAS antigo)

Horário: Seg-Sáb 14-02h

Preços: Cerveja: 1,50€; Café: 0,70€

Facebook

casadelo

Em tempos idos, a Travessa de Cedofeita chamava-se “Viela do Açougue”, nome dado pelo matadouro que lá funcionou até aos finais do século XVIII. Agora, a Travessa é o coração de uma das zonas mais movimentadas do Porto e nela encontramos sítios incríveis para conhecer, como a Casa de Ló. Vizinha do 77 (e por vezes ofuscada por este), o nome denuncia-a. Há 20 anos atrás, estaríamos a entrar numa famosa casa de fabrico de pão-de-ló de Margaride. O hall de entrada exibe os belos balcões e armários originais, restaurados aquando da abertura do café, onde ainda hoje vemos, expostos para venda, pão-de-ló (às 6ªs e sábados), cavacas, marmeladas e geleias de marmelo. De facto, a casa Margaridense existia desde 1865. Em 2008, surgiu a Casa de Ló, enquanto café, que quis manter a tradição. E que bem que o fez! Mas não se enganem: passando as portas para o salão interior, podemos contemplar um dos espaços mais trendy do Porto. A programação mensal, afixada à porta, traduz isso mesmo: todas as sextas e sábados podemos assistir a concertos de vários estilos musicais ou DJ sets. No calor destas noites primaveris, nada melhor que o pátio da Casa de Ló para tomar um copo.

Museu d’Avó

Morada: Travessa de Cedofeita 54/56, Porto (14 minutos a pé do ICBAS Novo; 5 minutos do ICBAS antigo)

Horário: Seg-Sáb 20h-04h.

Preços: Cerveja: 1,20€; Copo de Vinho: 2€

Facebook

avo

Ainda na Travessa, um pouco mais acima, encontramos o Museu D’Avó. É um dos espaços mais originais e acolhedores do Porto, onde podemos matar aquela larica de madrugada com um bom caldo verde ou uma chouriça acabada de assar, sempre ao som da Smooth.FM. A decoração é hipnotizante: os inúmeros tachos, rádios antigos e vários outros objetos inusitados afixados às grandes paredes de pedra, assim como o gramofone gigante do balcão, ganham um especial encanto à noite, iluminados pela luz das velas. E é sem dúvida o sítio do Porto onde mais tempo se passa a contemplar a ementa: para além da grande oferta de petiscos e bebidas, encontramos páginas e páginas recheadas de rabiscos, desenhos que são autênticas obras de arte, declarações de amor ou insultos carinhosos, ou mesmo poemas que inspiram qualquer um. É verdade, qualquer um pode (e deve) deixar o seu testemunho.

Embaixada

Morada: Praça Carlos Alberto, nº121, Porto  (12 minutos a pé do ICBAS Novo; 2 minutos do ICBAS antigo)

Horário: Seg-Sáb 12-02h; Dom 21-02h.

Preços: Cerveja: 1,50€ (Noite)/ 1,30€ (Tarde)/ 3,30€ (Artesanal); Copo de Vinho: 1,80€; Café: 0,80€; Shots: 1€. HAPPY HOUR (18-21h): 1 bebida = 1 tapa grátis. Workshops de Fotografia: 15€ (inclui máquina emprestada, rolo e revelação).

Facebook

lomo

É para muitos o apogeu do entretenimento nocturno do Porto. Aberta há menos de 3 anos, tem dois andares: no andar de baixo, encontramos uma loja dedicada à música e à fotografia analógica e instantânea, onde se vende Lomo, Fuji e Polaroid, entre outras máquinas antigas, vinis e gira-discos retro; no andar de cima, temos um café muito luminoso e colorido. Fotografias na parede, matrecos muito movimentados e cadeiras confortáveis. Todas as noites são de festa no Embaixada, com programas diferentes para todos os gostos, tendo sempre em comum a boa música e boa disposição: blues aos domingos, brasileira às 2ªs, 50’s às 3ªs, disco às 5ªs, funk às 6ªs e jazz/bossa nova aos sábados. As 4ªs são noites de cocktails a 3€. Como se esta programação não bastasse para nos deixar deliciados, todas as 3ªs e 4ªs, se passares pela Carlos Alberto, vais certamente ver (ou pelo menos ouvir) um grupo de pessoas a dançar maravilhosamente bem: é uma turma que dança forró e Lindy Hop e faz do Embaixada o seu palco. E nós agradecemos! No último domingo de cada mês, podes assistir a concertos de jazz e, em algumas 5ªs feiras, de música brasileira. 1 vez por mês, às 6ªs ou sábados, podes ainda trazer o teu vinil para encantares quem quiseres com a tua música preferida: são as noites do “Bota Discos”. Para os amantes de Fotografia, a Embaixada promove Workshops de Fotografia aos sábados à tarde, onde podes fazer shootings e passeios fotográficos, enquanto aprendes toda a teoria que precisas para tirar uma boa fotografia e usufruir das máquinas mais especiais.

Casa da Horta (Associação Cultural)

Morada: Rua de São Francisco 12, Porto (18 min a pé do ICBAS Novo; 12 min do ICBAS antigo)

Horário: Ter-Sáb 12:30-00h.

Preços: Copo de vinho: 0,80€; Cerveja: 1€. Almoço: 5,5€ (sopa,prato,bebida); Jantar: 4€ (Prato do dia)/ 6€ (Prato especial).

Torna-te membro da Casa da Horta por apenas 1€ (para usufruíres de tudo o que o espaço tem para oferecer) ou 20€ (para obteres descontos nas actividades e comida)!

Facebook

casadahorta

            A subida que temos de fazer para voltar ao nosso ICBAS vindos da Casa da Horta pode cansar, mas todos dirão que vale a pena. Situada na Ribeira, mesmo pertinho do nosso Douro, é uma associação cultural que tem muito para oferecer. Poderá fazer lembrar a muitos uma república de Coimbra, com os seus ares pitorescos e familiares. Existe há cerca de 8 anos, sendo gerida por uma equipa muito diversificada: a maior parte dos responsáveis chegou até ali através do programa de Voluntariado Europeu, pelo que será talvez o sítio da nossa cidade com mais nacionalidades por metro quadrado. Funciona como restaurante vegan (vegetariano às 6ªs – Noite de Francesinha (com queijo)), oferecendo menus baratos e deliciosos.  Todas as 4ªs feiras, há noite de cinema e às 3ªs e 5ªs podes aprender uma língua de forma divertida e informal, enquanto conheces pessoas novas e interessantes, através do Language Exchange. De 15 em 15 dias, às 3ªs feiras, podes ainda assistir (ou participar) em jam sessions. Aos sábados à tarde, tens uma grande e diversificada oferta de workshops e, à noite, concertos variados.

Alexandra Guedes e Inês Pacheco